02 maio 2017

[Teatro] Cássia Eller- O musical

Que saudade Cássia! Há 16 anos o Brasil perdia uma de suas melhores e mais marcantes vozes. Era o jeito moleca, despreocupado - até demais -, e original somado a voz rouca e grave que transformava os mais simples versos em música. Muito tempo se passou e o legado de Cássia Eller ainda pode ser ouvido na boca de jovens e principalmente dos que viveram na época áurea da cantora. Devido ao poder da tecnologia podemos reviver os shows e apresentações de Cássia, relembrando e entoando suas palavras como se ontem mesmo tivéssemos estado presente em uma delas. Graças ao maravilhoso espetáculo “Cássia Eller, o Musical” isso agora é realmente possível. 

Após rodar por várias cidades do Brasil, o musical retornou ao Rio de Janeiro pelos dias 29 e 30 de abril. Dirigido por João Fonseca e Viniciús Arneiro, com texto de Patrícia Andrade e direção musical de Lan Lahn, a peça traz aos palcos os melhores e piores momentos da vida de Cássia Eller, desde seus primeiros ‘Nãos’ até o palco do Rock In Rio; uma carreira encerrada precocemente no fatídico 29 de dezembro de 2001. Assim como tantos outros tributos o de Cássia não é diferente: emocionante, intenso e simples nas medidas certas, provocando aquela típica sensação: nunca mais teremos outra igual. Há quem enumere falhas e diga ser um roteiro fraco, besteira em minha opinião. O objetivo se concretiza quando lágrimas de recordações são derramadas ao som de “O Segundo Sol”. 

A grande magia da obra está nas similitudes entre a atriz que vive Cássia e a própria, desde traços físicos à voz rouca e rasgada característica da cantora. Experimente fechar os olhos e apenas ouvir, duvido não se assustar com a semelhança. Tacy Campos e Jana Figarella se revezam no protagonismo e tive a felicidade de ter a segunda no papel da menina do Rio de Janeiro. Jana desenvolve a personagem no olhar, nos trejeitos, figurinos e pequenos detalhes que compõe a imagem de Cássia, coroando a ótima atuação com perfomances musicais excelentes. Ao redor de Jana temos um elenco igualmente envolvente e primoroso composto por Eline Porto (de novelas como Floribella e Sete Vidas), Juliane Bodini, Thainá Gallo, Emerson Espíndola e Jandir Ferrari. Eline demonstra tremenda segurança nos papéis de Claudia e Maria Eugênia, revelando também uma ótima voz - pouco revelada na novela da Band. Juliane e Thainá dão um show como Nanci/Ana e Moema/Lan Lan respectivamente, alcançando agudos dignos de grandes cantoras, assim como uma presença de palco memorável. É sem sombra de dúvida uma ótima oportunidade de conhecer e/ou relembrar os grandes sucessos de Cássia Eller que marcaram tantas gerações e ainda incorporam o repertório da música brasileira. Afinal, todos queríamos mesmo é TER a Cássia Eller.

5 comentários

  1. Esse musical deve ser muito emocionante mesmo!
    Canções da Cássia que fizeram parte da minha.juventude e letras que me " definiam" na época, continuam ainda fazendo parte das gerações de agora.

    Bela sugestão! 🎵🎶


    ResponderExcluir
  2. Oi Maisa!
    Cassia Eller é um ícone <3
    Deve ser um espetáculo maravilhoso de deixar emocionado.
    Assistiria com certeza
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse musical esteve aqui em Salvador. Infelizmente não tive como ir...
    Cássia faz uma grande falta e merece essa romagem. Li ótimas criticas sobre produção.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente, devo aguardar sair o DVD para poder assistir.

    ResponderExcluir