Novidades

[News] Mais atrações do Clube Manouche em outubro


Outubro continua com uma programação afiada com o melhor da música brasileira contemporânea, além de espetáculo infantil para comemorar o dia das crianças: Duo Tuim em show de lançamento do single “Linhas tortas”, Gilson Peranzzetta e Mauro Senise mostram o disco “Cinema a Dois”, Pedro Luís faz releituras de canções próprias e de outros artistas , mais uma edição da Festa Alento de Rodrigo Penna, os clássicos do Clube da Esquina no Conexão Minas-Metheny com Lipe Portinho Trio e Alexandre Carvalho e o espetáulo infantil “Quintal da Dona Guilhermina”

09/10 - Quarta, 21h – Duo Tuim faz show de lançamento do single “Linhas Tontas” 


Tuim é um encontro musical de Felipe Habib e Paula Raia, que lançam “Linhas Tontas”, primeiro single do duo, que está em todas as plataformas digitais.

Acompanhados por Marcelo Callado (bateria), Pablo Arruda (baixo) e Victor Ribeiro (guitarra e violão), apresentam canções autorais que falam sobre as questões que atravessam o mundo contemporâneo. O tempo. A ausência. O Presente. A empatia. O medo. O sufocamento gerado pela falta de espaço. A busca constante por um pouco mais de espaço. A necessidade de (re)conexões. De reconhecimento. De liberdade. De amor.

Tuim é um passarinho. Que também é Paula. Que é Felipe. Que também é tu. Que é um passarinho. Que também é elx. Que é Paula. Que também é nós. Que é Felipe. Que também é um passarinho. Que também é vós. Que também é Paula. Que também é um passarinho. Que também são elxs. Que é Felipe. Que sou eu. Que é você também.

Serviço

Evento: Duo Tuim faz show de lançamento do single “Linhas Tontas”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico,

Tel: 3514-8200)

Data e horário: 09 de outubro, quarta, 21h

Ingressos: R$ 60,00 (inteira), R$ 40,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 30,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)


10/10 - Quinta, 21h - Gilson Peranzzetta e Mauro Senise no show de lançamento do CD “Cinema a Dois” 


 
Uma das principais referências da música instrumental brasileira, o duo formado pelo pianista Gilson Peranzzetta e o saxofonista Mauro Senise, que comemoram 29 anos de música e de parceria, sobe ao palco do Clube Manouche, apresentando o show “Cinema a Dois”. Cinéfilos de carteirinha, exploraram esse território no álbum homônimo com arranjos de Peranzzetta e pesquisa de repertório pela produtora Ana Luísa Marinho.
“Cinema a Dois” é o 12º álbum assinado pela dupla, foi gravado em fevereiro de 2019, no estúdio Araras Petrópolis, e saiu em formato físico, em uma bonita edição da gravadora Fina Flor, e em formato digital, que pode ser ouvido em plataformas como o Spotify.
No repertório, uma coleção de canções instrumentais célebres por serem trilhas de filmes que estão, de alguma forma, no inconsciente coletivo de todos nós: “Over the Rainbow”, a clássica canção do filme “O Mágico de Oz”; o tema de “Cinema Paradiso”, cativante filme sobre uma sala de projeção de uma cidadezinha italiana do especialista Ennio Morricone, autor de mais de 500 trilhas para o cinema e TV; “The Shadow of Your Smile”, Oscar de melhor canção que deixou bem para trás seu filme, “Adeus às ilusões” (1965); “Eu te Amo”, uma das mais bonitas parcerias de Tom Jobim e Chico Buarque para o filme do mesmo nome; a canção de Michel Legrand, “What Are You Doing the Rest of Your Life?”, indicada ao Oscar, do filme “Tempo para Amar, Tempo para Esquecer”, de 1969, que se tornou outra daquelas maravilhas favoritas do jazz; “Someday My Prince Will Come”, composto para um dos grandes desenhos de Walt Disney, “Branca de Neve”, e “When You Wish Upon a Star”, de “Pinóquio”, outra canção de um desenho de Disney que conquistou o jazz. Numa antologia destas não poderia faltar Henry Mancini, “Hatari”, que quer dizer perigo em suaíle e o tema casa admiravelmente com a comédia de 1962 sobre um bando de caçadores trapalhões na África. E tem muito mais! “Cinema a dois” é destes álbuns que exploram um filão tão rico que, mal acaba de ouvir, você já fica ansiando pelo segundo volume. Agora, é ver o show!
Com sólida carreira internacional, este duo vem se apresentando anualmente nos mais importantes festivais do Brasil, EUA e Europa, como o Vienna Jazz Festival, o Summer Festival, no San Francisco Jazz Center, e o Buenos Aires Jazz Festival, entre muitos outros.

Serviço

Show: Gilson Peranzzetta e Mauro Senise no lançamento do CD “Cinema a Dois”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 10 de outubro, quinta-feira, 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira), R$ 60,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 40,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)

11/10 - Sexta, 21h - Pedro Luís no show “Pedro Luís com S”



Em busca de um resgate autoral, o cantor e compositor Pedro Luis criou o show “Pedro Luís com S”, em que faz releituras de canções próprias, sucessos popularizados nas vozes de artistas conhecidos e um tributo a Luiz Melodia, homenageado em seu último disco “Vale Quanto Pesa - Pérolas de Luiz Melodia”.

No palco, apenas sua voz, seu violão e Elcio Cáfaro, na bateria. "Neste novo formato, apresento um repertório composto por músicas de minha autoria que foram gravadas por diversos artistas, como Elza Soares, Cidade Negra e Roberta Sá. Aproveito, também, para mostrar um pouco da obra de Luiz Melodia, já que acabei de lançar um álbum em tributo a ele. Mas o show tem espaço para surpresas e pedidos também", revela Pedro Luís, que inclui na lista "Idade Média Moderna", parceria com Carlos Rennó, e "Se Eu Merecer", feita com Ivan Santos.

Com a combinação atípica e intimista de voz, violão e bateria, Pedro e Elcio tocam canções como "Deus Há de Ser", gravada por Elza Soares em seu recém-lançado disco "Deus é Mulher"; "Caio no Suingue", lançada por Pedro Luís e a Parede e sucesso com o Monobloco; "Girassol", famosa na voz do grupo Cidade Negra; "Miséria S.A.", hit do Rappa; e "Girando na Renda", que Roberta Sá registrou com o próprio Pedro no disco "Que Belo Estranho Dia Pra Se Ter Alegria". De Luiz Melodia, estão previstas "Estácio, Eu e Você", "Pérola Negra" e "Magrelinha".

Pedro Luís é um raro artista auto-suficiente, multifacetado e agregador. Foi roqueiro no Urge nos anos 80 e deu forma musical ao funk poético do Boato nos 90. Na década seguinte, tornou-se - e é até hoje - argamassa da usina musical chamada A Parede, com quem formou o Monobloco, que há 18 anos arrasta multidões no carnaval carioca. Compõe lindas canções para a MPB com parceiros variados e produz discos de diversos talentos da música nacional. Faz ainda trilhas para cinema, TV e teatro, além de dirigir espetáculos de música e teatro.

Serviço:

Show: Pedro Luís no show “Pedro Luís com S”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 11 de outubro, sexta, 21h

Ingressos: R$ 120,00 (inteira), R$ 60,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 60,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)


11/10 - Sexta, 23h – “Alento”, segunda edição da festa de Rodrigo Penna, criador do “Bailinho” 



Após uma estreia de sucesso, com ingressos esgotados, “Alento”, nova festa de Rodrigo Penna, volta ao Clube Manouche. “Uma festa para dançar juntinho, meio rosto colado, meio chão rabiscado, música lenta como nos velhos tempos, lembra? Música dancing de hoje e de ontem. A gente precisa de alento.”, diz o DJ e produtor que há mais de uma década está à frente de eventos de sucesso no Rio.

A festa conta, também, com a DJ Helen Sancho, conhecida na cena musical carioca e paulistana, dona de um estilo livre no comando das pick-ups de festas badaladas.

Quem já foi curtir ao som de Rodrigo Penna e seus convidados ilustres pode reparar na diversidade e qualidade da escolha musical, que faz toda a diferença no clima do evento. O DJ queridinho dos famosos dá uma palhinha do que está por vir: na playlist, Bob Marley, Gilberto Gil, Neil Young, Stevie Wonder, Gal Costa, Dona Ivone Lara, Marvin Gaye, Elvis Presley, Prince, Caetano Veloso, Lauryn Hill, Cartola, Paulinho da Viola, entre muitos outros sucessos.

Serviço

Festa: “Alento”, segunda edição da festa de Rodrigo Penna

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 11 de outubro, sexta, 23h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)


12/10, Sábado, 21h - Conexão Minas-Metheny com Lipe Portinho Trio e Alexandre Carvalho 







Um dos mais emblemáticos movimentos da música brasileira, o Clube da Esquina, fonte permanente de inspiração para artistas do mundo inteiro, consolidou-se com o lançamento do disco homônimo, em 1972, liderado por Milton Nascimento e Lô Borges. Além do repertório de beleza ímpar, consagrando inúmeros clássicos atemporais, o Clube da Esquina revelou para o mundo vários instrumentistas brasileiros icônicos, entre eles Wagner Tiso, Robertinho Silva, Paulo Moura e Toninho Horta – e não tardou a impactar o mundo do jazz, seduzindo e influenciando autênticas lendas do gênero, como Wayne Shorter, Herbie Hancock e, de modo particularmente especial, Pat Metheny, cuja singular identificação com as harmonias inovadoras de Toninho Horta, consolidou para sempre essa ponte entre MPB e Jazz.

Toda a magia dessa simbiose musical é o mote do novo projeto do Cjub Jazz & Bossa, Conexão Minas-Metheny, uma sofisticada leitura dos grandes clássicos dos repertórios do Clube da Esquina (“Vera Cruz”, “Clube da Esquina 1 & 2”), Toninho Horta (“Manual, o Audaz”, “Aquelas Coisas Todas”, “Francisca”), e de Pat Metheny (“Minuano”, “Last Train Home”, entre outras) pelo trio do notável contrabaixista Lipe Portinho (direção musical, arranjos, contrabaixo), tendo Ana Azevedo e André Froes, ao piano, e na bateria, respectivamente, mais a presença do guitarrista Alexandre Carvalho, todos contando sólida carreira no cenário da música instrumental brasileira.

Serviço

Show: “Alento”, segunda edição da festa de Rodrigo Penna

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 12 de outubro, sábado, 23h

Ingressos: R$ 160,00 (inteira) e R$ 120,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 80,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)


13/10 - Domingo, 17h – Itaercio Rocha e Beth Marques no espetáculo infantil “Quintal da Dona Guilhermina”







“Quintal da Dona Guilhermina” é um espetáculo para crianças de todas as idades que volta com apresentações infantis no Clube Manouche, com bonecos, brincadeiras e músicas populares de várias regiões do Brasil: congados, sambas, cacuriás, bumba-bois e afoxés. Um jardim cheio de cores, bichos, frutas e uma anfitriã muito animada, protetora e apaixonada pelo seu quintal.

Dona Guilhermina, Maria Guilhermina Tereza Cambinda Sinoca das Aroeira, é avó, benzedeira e folgazã dos brinquedos de sua comunidade. Mantenedora das memórias do brincar, seu quintal é um palco para brincadeiras e encontros, um terreiro no mundo e do mundo.

Para contar algumas histórias, Dona Guilhermina convida vários bichos e amigos brincantes que trazem bonecos, sonoridades e danças pertencentes ao universo das tradições orais brasileiras.

O espetáculo traz mensagens sobre cuidados e carinhos com a natureza e com as pessoas, nossas raízes e nossa ancestralidade. O quintal da Dona Guilhermina representa um espaço aberto ao mundo, onde cultivamos alegrias, sonhos, desejos, felicidades, belezas, enfim, tudo o que buscamos para nos nutrir, para nos encontrar e nos fortalecer uns aos outros. “Meu quintal é terreiro e o terreiro do mundo é meu quintal"

Com direção de Itaercio Rocha, que também participa com voz e percussão, o elenco conta também com Beth Marques (voz e percussão), Cacá Pitrez (voz e percussão), Rita Gama (voz e percussão), Felipe Rodrigues (voz e violão) e Sergio Castanheira (voz e trombone).


Serviço

Teatro Infantil: Itaercio Rocha e Beth Marques no espetáculo infantil “Quintal da Dona Guilhermina”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 13 de outubro, domingo, 17h

Ingressos: R$ 50,00 (inteira) e R$ 30,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 25,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: Livre

Estacionamento no local (tarifado) 





















Nenhum comentário