Novidades

[News] Ao som ‘La donna è mobile’, de Rigoletto, vinheta do Festival Ópera na Tela traz cenas das récitas


A edição 2019 do Ópera na Tela ganha vinheta e tem estampada em sua identidade musical “La donna è mobile”; ária do terceiro ato da ópera “Rigoletto”, de Giuseppe Verdi. O vídeo tem 60 segundos e apresenta pequenos trechos das principais récitas integrantes da mostra, bem como as datas do evento em SP (entre 18 e 27 de outubro, no Museu da Casa Brasileira) e RJ (entre 31 de outubro e 12 de novembro, no Parque Lage). Após participação nas duas cidades, o festival segue para salas de cinema de diversas capitais do país com programação até meados de 2020. A primeira performance de “La donna à mobile”, de 1851, foi do tenor Raffaele Mirate. Muitos tenores famosos já a interpretaram, como Plácido Domingo, Luciano Pavarotti, Juan Diego Flórez, Alfredo Kraus, José Carreras, Enrico Caruso, entre outros.


O festival traz dez filmes de óperas para São Paulo e 12 para o Rio - uma récita por dia de produções recentes e inéditas no país -, além de um ciclo de palestras (ministradas por Sérgio Casoy e Robson Leitão, com entrada franca), masterclass de canto lírico e um recital com a mezzo-soprano Valentine Lemercier acompanhada da pianista georgiana Nino Pavlenichvili, em cada uma das cidades. O público carioca terá ainda a oportunidade de assistir a “Liquid Voices - a história de Mathilda Segalescu”, ópera da brasileira Jocy de Oliveira. A programação completa do festival pode ser conferida no site: www.operanatela.com . As entradas para o festival em São Paulo podem ser adquiridas no site https://site.bileto.sympla.com.br/operanatelasp/. E, para comprar os ingressos para o festival na cidade do Rio de Janeiro basta acessar: https://site.bileto.sympla.com.br/operanatelario/ .


Sucesso há quatro anos no Rio de Janeiro e pela primeira vez e São Paulo, o Festival Ópera na Tela reúne as principais montagens de récitas em exibições na Europa. Em tela gigante, com alta qualidade de som e imagem e cadeiras confortáveis, o público terá a oportunidade de acompanhar as mais famosas composições de ópera de nome como Giuseppe Verdi, Franz Lehár, Mozart, Giacomo Puccini, entre outros. Do italiano Giuseppe Verdi teremos “La Traviata” (apresentação que marca a estreia do diretor Simon Stone – um dos mais notáveis no teatro hoje – na Ópera Nacional de Paris), “Falstaff” (a última ópera de Verdi, regida pelo maestro Daniel Barenboim, um dos mais proeminentes músicos do fim do século XX e início do XXI), “Atilla”(que abriu a temporada lírica do Scala de Milão 2018/2019, um dos mais importantes e prestigiados teatro de ópera do mundo, e com IIdar Abdrazakov, o bass mais famoso do momento). Ênfase também para “O Trovador” (drama em quatro atos com a soprano superestrela Anna Netrebko, no papel de Leonora, cantando pela primeira vez diante dos 20 mil espectadores da Arena de Verona numa última encenação monumental de Zefirelli, falecido em junho de 2019) e “Rigoletto” (outra obra muito popular encenada no deslumbrante palco flutuante do Festival de Bregenz, com uma engenharia espetacular). O festival traz ainda obras de Mozart (“Don Giovanni”, da Ópera de Paris); Christoph Willibald Glück (“Orfeu e Eurídice”, da Ópera de Milão, com o famoso tenor peruano Juan Diego Floréz); de Jacques Offenbach (“Os Contos de Hoffmann”, da Ópera Nacional Holandesa); de Franz Lehár (“A Viúva Alegre”, da Ópera de Paris), com a presença do barítono brasileiro Paulo Szot no papel masculino principal; de Claudio Monteverdi (“A Coroação de Popeia”, do Festival de Salzburgo, com a diva búlgara Sonia Yoncheva); de Richard Wagner (“Lohengrin”, do Festival de Bayreuth na Alemanha) e de Giacomo Puccini (“Manon Lescaut”, do Teatro de Milão). A programação completa do festival pode ser conferida no site: www.operanatela.com


O evento tem produção da Bonfilm– responsável também pelo Festival Varilux de Cinema Francês – e da Atti Comunicação,e é apresentado pelo Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Especial da Cultura, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Lei de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS. LEROY MERLIN, SOFITEL, EDF e EDENRED TICKET são os principais patrocinadores.

Sobre o Festival Ópera na Tela

Em sua quinta edição, o Festival Ópera na Tela exibe até 12 óperas inéditas e recentes em um cinema, com telão, espreguiçadeiras e som de última geração, montado ao ar livre no Parque Lage especialmente para o evento. Em São Paulo, a tela gigante será montada no Museu da Casa Brasileira. Em seguida, a seleção de peças líricas entra em diversas cidades brasileiras. 

Vinheta:

















Nenhum comentário