27 maio 2017

[Crítica] Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar

O capitão Salazar (Javier Bardem) é a nova pedra no sapato do capitão Jack Sparrow (Johnny Depp). Ele lidera um exército de piratas fantasmas assassinos e está disposto a matar todos os piratas existentes na face da Terra. Para escapar, Sparrow precisa encontrar o Tridente de Poseidon, que dá ao seu dono o poder de controlar o mar.                                                                                                                                                                                           
O que eu achei?
Assistir Piratas do Caribe e falar sobre Jack Sparrow e sua turma é realmente chover no molhado para mim, mas vamos lá... Todos os famosos ingredientes que tornam a franquia engraçada e ao mesmo tempo Cool continuam ali presente. Vou escrever de forma bem sucinta minha opinião e desviar os spoilers, então simbora!


Logo na primeira cena fui lembrada da enorme dimensão que é um filme Disney: muita ação e aventura. Conhecemos o filho de Will (Orlando Bloom), Henry (Brendon Thwaites), que é trancafiado num navio. Em seguida Capitão Salazar (Javier Bardem) saqueia o navio e deixa Henry vivo para contar a Sparrow que ele quer vingança.

E como fã desta saga e de Johnny Depp fiquei ansiosa para vê-lo em cena, mas não demorou muito para surgir Jack Sparrow, que está tentando roubar um cofre e, como tudo pode dar errado e dará, nesse meio, Depp incorporará seu lado cômico e mais uma vez impressiona na sua sagacidade em me encantar.

Somos logo apresentados a Karina (Kaya Scodelario), uma moça que está sendo acusada de bruxaria e que por um acaso do destino encontrará Sparrow. Jack, Karina e Henry se unem para caçar um Tridente. Baseado num mapa eles seguem em busca daquilo que pode desfazer todos os encantos. Durante sua busca desenfreada em encontrar Sparrow, Salazar relembra como conheceu o menino Jack. Assim enfim descobrimos os motivos que levaram Salazar a odiar tanto nosso pirata favorito.

Sparrow e seus tripulantes seguem junto a Henry e Karina, enquanto Salazar fica em seu encalço, mas felizmente o mesmo não pode pisar em terra firme. E assim teremos uma sequência incrível com destaque para os efeitos digitais e para Salazar.

O filme é incrível, super bem dirigido, sem erros de sequências e nem cortes abruptos (amém por isso!). Dizer que Johnny Depp está incrível é meio redundante, mas seu talento continua inquestionável.

O que eu posso dizer? A Disney continua sendo a Disney; e Piratas do Caribe ainda prova-se imortal. 


4 comentários

  1. Uma única coisa... Preciso muito desse filme *-*

    ResponderExcluir
  2. Adoro esta franquia! Preciso muito assistir. Diversão garantida.

    ResponderExcluir
  3. Oi Maisa
    Adoro Johnny Depp, e com certeza amo Piratas do Caribe.
    Pretendo ver em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir