31 maio 2017

[Resenha] O Andarilho das Sombras

No romance O Andarilho das Sombras, primeiro volume da série Tempos de Sangue, Eduardo Kasse conta uma história instigante de como escolhas e uma promessa maliciosa criaram um grande mal. Para salvar a vida de quem amava, Harold Stonecross sacrificou sua alma em um jogo de poder entre deuses decadentes e se tornou um demônio em busca de sangue.Nesta fantasia sombria, entre lendas esquecidas, dogmas e mitos, Harold narra passagens de sua longa existência, repletas de conexões com tempos imemoriais, enquanto caminha pelas ruelas escuras e imundas da Europa da Idade das Trevas. Sedutor e fatal, Harold fez do mundo o seu palco. Em sua atuação, a História escrita pelos homens confunde-se com as histórias de terror contadas pelos mais velhos. Nobres, sacerdotes, homens comuns, não importa: sempre haverá um rastro de sangue após as cortinas baixarem.
O que eu achei?
O Andarilho das Sombras, primeiro livro da Série Tempos de Sangue de Eduardo Kasse, conta uma história instigante de como as escolhas, os caminhos tortuosos e uma maliciosa promessa criaram um grande mal. Harold Stonecross, protagonista do livro, é carismático, sedutor e fatal. Sempre envolto em mistérios enquanto caminha pelas ruelas escuras e imundas das cidades e vilas medievais da Inglaterra, Irlanda e França dos séculos XI e XII.

Tomei conhecimento da saga de Eduardo Kasse quando fui visitar o estande da editora Draco durante a Comic-Con de 2016. Era o último dia do evento e eu já estava cansada quando resolvi olhar o estande da editora que eu ainda não havia lido nenhum livro. Estava olhando os títulos sem compromisso quando um homem me perguntou se poderia me ajudar e perguntou se podia apresentar a série de livros dele. Se apresentou como Eduardo Kasse e me mostrou o primeiro volume de sua série Tempos de Sangue: O Andarilho das Sombras, que narra a história de Harold Stonecross, um inglês do século XIII que troca sua alma para salvar uma mulher que amava. Em troca, recebe uma bênção e uma maldição ao mesmo tempo: é transformado em vampiro. Ele vaga ao redor de toda a Grã-Bretanha e no caminho encontra aliados e inimigos, perigos inimagináveis e vai observando em primeira mão os avanços sócio-econômicos, políticos e tecnológicos que a Europa passa, desde pragas e guerras, até invenções científicas.

O maior trunfo da história é justamente esse:a reconstrução de fatos históricos. São recriados com a maior fidelidade possível. Cenários, golpes de luta, o modo como Harold analisa suas vítimas, tudo é descrito de modo que o leitor imagine a história como se a estivesse observando-a como uma testemunha ocular.

As quase quatrocentas páginas passam num piscar de olhos, de tão fascinante que é o mundo construído por Eduardo Kasse.  São 5 livros no total: O Andarilho das Sombras, Deuses Esquecidos, Guerras Eternas, O despertar da fúria e Ruínas na Alvorada. A série ainda conta com alguns contos que podem ser comprado em ebook: O último Sol poente, A caverna de Zakynthos, A menina que se alimentava de dor, O Beijo de Rudra, Sobre guerras e deuses e Ao som de uma canção de amor você sangrava. Recomendo todos. Juntamente com Eduardo Spohr, Kasse faz parte da leva de escritores nacionais de fantasia dignos de menção.



5 comentários

  1. Opa! Adoro histórias que possuem pano de fundo momentos históricos reais. Mas fiquei na dúvida... a série já foi toda lançada ou só o 1º livro? Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monique! Como você está? Sim, a série tem 5 livros e está completa. Se quiser conhecer mais acesse http://temposdesangue.com.br e https://www.facebook.com/temposdesangue/ obrigado!

      Excluir
  2. Muito obrigado pela ótima resenha!

    ResponderExcluir
  3. Oi Clara,
    Adorei a resenha, parece uma narrativa bem construída. Gosto quando mistura a fantasia com elementos históricos.
    beijos

    ResponderExcluir