08 fevereiro 2017

[Crítica] 50 Tons mais escuro


Adaptação do segundo livro da trilogia de E. L. James iniciada em Cinquenta Tons de Cinza (2015). Incomodada com os hábitos e atitudes de Christian Grey (Jamie Dornan), Anastasia (Dakota Johnson) decide terminar o relacionamento e focar no desenvolvimento de sua carreira. O desejo, porém, fala mais alto e ela logo volta aos jogos sexuais do conturbado empresário.
O que eu achei? 
Para o fandom enorme da saga erótica mais conhecida do meio literário este é um filme maravilhoso, para quem não é fã poderá talvez começar a entender um pouco da vida do nosso amado Christian Grey. Sim, esta pessoa que vos escreve é fã de 50 tons, Anastasia, Christian, Erotismo, sadomasoquismo e afins; sem mais delongas vamos ao que achei do filme?

50 tons mais escuros consegue nos mostrar o lado Dark do passado de Grey, obviamente que para quem não leu o livro ainda restarão muitas dúvidas, mas o filme é muito bem costurado do início ao fim. 
Logo na 1ª cena somos levados a conhecer o passado de Grey, paralelamente aos pesadelos de Grey podemos ver como Anastasia tem vivido sua vida sem Grey. A nuance da dor e do amor de Grey está presente num olhar mais sombrio, na barba por fazer e num Grey muito mais distante da realidade. Enquanto Ana segue sua vida trabalhando numa editora e tentando "tocar" sua vida pós- relacionamento com Grey.

Com o decorrer da história, Anastasia vai na inauguração da loja de Jose onde fatidicamente encontra Grey, que insistirá(MUITO) para ter ao menos um jantar com ela, que obviamente ela aceitará. Durante o jantar vemos um Grey libertando- se pouco a pouco de seus traumas e assim vivendo uma vida plena com Ana. 
O relacionamento deles voltam "as boas", mas ainda é perceptível o medo de envolvimento de ambos. E quando tudo parece estar indo muito bem uma sombra do passado ressurge: Leila, ex- submissa de Grey está de volta, andando sempre nas sombras. Mas não bastasse esta sombra do passado, surge uma 2ª sombra do passado, não uma qualquer, mas aquela que molestou e abalou tanto o protagonista: Mr Robinson, ou Elena amiga de sua mãe.

Deixando um  pouco dos extras do casal e enfim entrando nas cenas aguardadas de sexo, sim caro leitor, teremos sexo no filme, mas com bem menos cenas de corpo de ambos, mas muitos quase aparece um pedaço de corpo, não sei se foi para baixar a censura ou não( o que me incomodou, pois queria muito ver o que li no livro). Tem um sexo de reconciliação, a masturbação no elevador, mas a cena mais bem desenvolvida é a que Grey decide colocar bolinhas de pompoar em Ana, Senhoooooor que cena caros amigos, que cena! 
Enquanto nossa mocinha está com suas bolinhas lá dentro, sabe? Eles vão a um baile de máscaras realizado pelos pais de Grey, onde  a megera, OPS mr Robinson vai querer enfrentar Anas, que como uma verdadeira lady responde seus ataques. Abrindo um pequeno parenteses: durante esse evento Grey some com Ana e a leva até seu antigo quarto, onde enfim ele retira as bolinhas. :-) 
Quando retornam eles terão que lidar com a loucura de uma das  ex de Grey, numa cena tensa com destaque para nosso Jamie Dornan que mais do que nunca está perfeito neste papel. Lutando contra todos, inclusive o chefe de Ana o amor deles permanece intacto. 
E quando você acha que está bom o suficiente, Ana enfim retorna ao quarto vermelho e pede para voltar aos jogos. Isso é sério, foquem na cena seguinte, Jamie está incrível, Jamie está maravilhoso! Ok eu sou fã!

Este filme é bem diferente do anterior, contem cenas um pouco mais pesadas, desde o passado de Grey até os ataques de fúria de suas ex. Teve uma direção maravilhosa, podemos perceber o toque de E L James no decorrer do filme, na delicadeza do olhar de Ana com Grey, o medo de Christian perder o amor de sua vida; tudo isso tornou o filme um pouco mais introspectivo.
Filmado sempre tendendo pro escuro, com muito drama, erotismo e com certeza te fará suspirar e até mesmo excitar. 
E para os fãs mais queixosos: temos muito do livro no filme, mas ainda assim teremos furos e cenas cortadas. Sim, muitas cenas cortadas!
*Uma coisa que me incomodou muitoooooo Dakota não consegue derrubar lágrimas, obviamente melhorou na sua atuação, mas sem lágrimas.
Então corra pro cinema e confira a continuação do erótico 50 tons de cinza.

Trailer:




5 comentários

  1. Matéria incrível! Já quero assistir e estou super ansioso para ler os livros!

    XOXO

    ResponderExcluir
  2. Ufa... Amei saber sobre ele! Fico mais feliz e aliviada! Obrigada
    Obs: adorei a parte do sexo. Das exs. Do chefe! Kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Eu surtei legal assistindo ao filme ontem a noite!! A espera foi longa demais!!

    ResponderExcluir
  4. Li somente o primeiro livro, assim como também só assisti o primeiro filme.
    E confesso que não gostei muito da adaptação para o cinema.
    Ainda pretendo assistir " 50 Tons Mais Escuros. E quem sabe eu goste mais?! ;)

    ResponderExcluir
  5. da trilogia foi o que menos gostei, não to com muitas expectativas no filme também kkk
    Beijos

    ResponderExcluir