27 agosto 2016

[Critica] Café Society

Sinopse:
Anos 1930. Bobby (Jesse Eisenberg) é um jovem aspirante a escritor, que resolve se mudar de Nova York para Los Angeles. Lá ele deseja ingressar na indústria cinematográfica com a ajuda de seu tio Phil (Steve Carell), um produtor que conhece a elite da sétima arte. Após um bom período de espera, Bobby consegue o emprego de entregador de mensagens dentro da empresa de Phil. Enquanto aguarda uma oportunidade melhor, ele se envolve com Vonnie (Kristen Stewart), a secretária particular de seu tio. Só que ela, por mais que goste de Bobby, mantém um relacionamento secreto.

O que eu achei?
Lembra do clássico Fulano ama Ciclano que ama beltrano? Então esta é uma história assim. Repleta de amores e desamores, afinal é um filme de Woody Allen. O filme conta a história de Bobby, um rapaz jovem e cheio de sonhos, que deseja tentar uma vida melhor em nova York com ajuda de seu tio Phil, um grandalhão das indústrias cinematográficas.

Após conseguir ir até Nova York com apenas uma promessa na bagagem, Bobby consegue um pequeno cargo de "faz- tudo" de seu tio Phil e nesse meio tempo é apresentado a Vonnie, secretária de Phil. Mas o que Bobby não poderia contar é que seu tio enviasse Vonnie para ser sua companhia para mostrá-lo a vida e mansões de grandes estrelas do cinema, em meio a passeios culturais e saídas pela cidade Bobby se encanta com a forma livre que Vonnie tem de levar a vida.
Então Bobby começa a demonstrar suas intenções a Vonnie e rapidamente é repelido por completo ao ser informado que ela já é comprometida, mas nem de longe Bobby poderia supor que este grande amor seria seu tio Phill que mantinha um caso com Vonnie há um ano.

Formado o triângulo amoroso e sem ainda não saber quem é o namorado de Vonnie, Bobby tem sua chance quando Phil termina com Vonnie. Sem deixar espaço para uma possível volta, Bobby se torna amigo e confidente de Vonnie e logo se tornam um casal apaixonado, tudo vai as mil maravilhas se não fosse Phill de repente contar para Bobby que quer largar sua esposa pela mulher que é apaixonado, mas ainda assim Bobby não descobre que é seu tio. 
De repente Vonnie se ver obrigada em escolher entre o conforto de uma possível vida financeira estável ao lado de Phill ou largar Nova York e ir viver um amor com Bobby, mesmo sem nenhuma expectativas.
Então ela toma a decisão mais fácil: fica com tio Phill e Bobby sente- se obrigado a voltar para sua cidade e recomeçar sua vida.

Bobby vira um grande empreendedor com seu irmão e transforma uma casa noturna num lugar requintado e de luxo, frequentado pela "nata" da sociedade. Numa noite qualquer surge Veronica na sua vida, uma mulher divorciada, mas super disposta a se relacionar com Bobby e enfim ele poderá recomeçar sua vida amorosa, mas com uma nova "Vonnie". Mas o que parecia mais improvável acontece e a 1ª Vonnie ressurge glamourosa e totalmente diferente da menina que ele conhecera anos atrás. Mas o que Bobby poderá fazer ao reencontrar seu antigo amor? Ah isso você terá que descobrir. 

Cafe Society é um filme divertido, onde vi muitos dos críticos da Cabine que participei gargalharem com a piada: "salmão com champanhe", mas não entendi qual foi a piada rs. Um filme muito bem dirigido e de fato é um filme perfeito à la Woody Allen, repleto de cenas exóticas, momentos constrangedores e por vezes com um humor ácido e com um final perfeito. Créditos para Kristen Sewart e Jesse Eisenberg que estão perfeitos em seus papéis e nota mil para Woody.

Nota: Assistam este filme!

Trailer:


Nenhum comentário

Postar um comentário