06 outubro 2015

[Resenha] A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar


Sinopse:
A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar conta a história de Esther Grace Earl, diagnosticada com câncer da tireoide aos 12 anos. A obra é uma espécie de diário da jovem, com ilustrações, fotos de seu arquivo pessoal, textos publicados na internet, bate-papos com os inúmeros amigos que fez on-line e reproduções de cartas escritas em datas comemorativas como aniversários. A jovem perdeu a batalha contra a doença, mas deixou um legado de otimismo e celebração ao amor. Atualmente sua mãe, Lori Earl, preside a instituição sem fins lucrativos This Star Won´t Go Out (tswgo.org), que apoia pacientes e famílias que lutam contra o câncer.

O que achei?
O Livro nada mais é do que uma adaptação do diário Esther Earl, desde o início de sua vida, onde há relatos fiéis de sua vida antes de ser diagnosticada com câncer. Enquanto o pós descoberta do câncer, Esther sempre demonstrou extremo realismo e vontade de viver. Ela assim como todos nós sentia momentos tristes e felizes, podendo oscilar mais ainda por conta de seus medicamentos. A vida de Esther e incrível e sua vontade viver é contagiante.

Este livro foi um dos livros mais emocionantes que já li. A história de Esther é incrível e mesmo sabendo desde o princípio do livro que ela morreria, ainda assim torci e muito para este momento demorasse a chegar. Os depoimentos de amigos, familiares e do John Green no livro me levaram as lágrimas, mas principalmente o texto que o pai dela leu durante o velório me comoveu de uma forma tão grande que chorei como não lembro de ter chorado há tempos. O livro é impecável e sua história de vida é simplesmente incrível, não à toa é um dos meus livros prediletos.

-> Esta foi minha simples opinião do livro.
Caso, tenha gostado, deixe um comentário e siga o blog.

Beijos.

Nenhum comentário

Postar um comentário