21 novembro 2016

[Resenha] Esc@ndalo

Sinopse:
Amelia Wilkes tem um pai rigoroso que não permite que ela namore, mas isso não a impede de viver um romance secreto com o cativante Anthony Winter. Desesperadamente apaixonados, os dois sonham uma vida juntos e planejam contar tudo sobre seu amor aos pais de Amelia... Mas só depois que ela completar dezoito anos — e for legalmente reconhecida como adulta. No entanto, a paixão do casal é exposta mais cedo do que o previsto... Eles são jovens, andam grudados aos seus celulares e postam todo tipo de informação — inclusive aquelas informações mais particulares, que só deveriam dizer respeito a eles mesmos — até que o pai de Amelia encontra fotos de Anthony, nu, no computador de sua filha. Poucas horas depois, Anthony é preso. Apesar dos protestos de Amelia, seu pai usa de todo o poder e influência entre os policiais, e entre os meios de comunicação, para transformar Anthony em um pervertido que caçava sua inocente filha. De mãos atadas, cabe aos dois apaixonados arriscar uma última saída, ousada e perigosa, e apagar a acusação de sexting que Anthony recebeu.

O que eu achei?
A história conta o amor entre Anthony e Amélia, dois jovens que se apaixonam e, por Amélia ter uma família muito complicada, resolvem manter esse romance em segredo. No último ano antes de entrarem na faculdade o casal começa a montar um futuro juntos mas, como já está escrito na capa do livro, essa é uma história de Romeu e Julieta nos tempos atuais, então nada poderiaser simples, certo? Os planos do casal acabam não saindo como o esperado e o romance dos dois gera consequências que você jamais imaginaria que um simples namoro geraria.

Narrado em terceira pessoa, o livro conta a história dos dois através não só deles, mas também da visão de Kim (mãe de Anthony) e Harlan e Sheri (pais de Amélia). Esse é um ponto em que a escritora Therese Fowler acertou em cheio pois podemos ver diferentes visões sobre o romance deles, o que na minha opinião enriqueceu a história. O modo como o livro é dividido é interessante, além dos capítulos normais, ele também possui 4 atos, assim como em peças de teatro, o que me levou a leve sensação de estar num palco. Além disso os personagens são bem desenvolvidos e a prova disso é que eles nos trazem emoções, vai ser impossível não sentir raiva do pai de Amélia ou ficar com vontade de mandar a mãe dela tomar alguma atitude em relação aos acontecimentos.

A personagem Amélia é um exemplo de garota certinha: educada, atenciosa, que só tira notas boas e é amada pelos amigos. Algo que o pai se orgulha muito, Harlan é um pai protetor e controlador ao extremo, sempre ditando o que a filha deve ou não fazer e de certo modo ele acaba sendo o “vilão” da história. Para o pai dela, ela deve se ficar com alguém a sua altura, na visão dele, e que possa garantir uma vida luxuosa a qual ela está acostumada a ter e essa imponência do pai pode ser considerada uma referência aos pais de Julieta. Assim como a amiga de Amélia, Cameron, que acaba sendo a intermediária entre o casal, lembrando a ama de Julieta na obra de Shakespeare.
No início, o livro demorou um pouco para se mostrar interessante, por se tratar de uma história que até então parecia ser clichê e a capa não ajudou muito a mudar minha opinião. Porém, ao desenvolver dos acontecimentos e no momento em que a história de fato começa é impossível parar de ler, a cada capítulo tem um fato novo que muda tudo. Eu já não estava mais lendo um livro apenas de romance mas que também possuía um toque de suspense e foi então que comecei a entrar na história e sofrer junto com Anthony, me sentir injustiçada com Amélia e indignada com as atitudes egoístas de Harlan.

O livro, mesmo sendo fictício, é baseado em fatos reais o que me fez ficar espantada. Em nota a autora diz que seu próprio filho foi acusado de Sexting, assim como o personagem Anthony, aos 19 anos e assim surgiu a ideia para o livro Esc@ndalo. Então de certo modo podemos dizer que Kim (mãe de Anthony) possui as emoções vividas pela própria autora o que acabou aumentando meu sentimento de empatia pela personagem. Tudo isso me deixou atordoada e com mais vontade ainda de ler o livro e quando acabou ficou aquela sensação de: eu preciso de mais.

Abri esse livro esperando por um romance clichê como todos que havia lido e me deparei com um livro que me fez ler cada página freneticamente. Mesmo sendo de romance conseguiu sair da zona de conforto apresentando uma história que eu nunca tinha visto antes. Com uma narrativa poética, intensa e angustiante, Esc@ndalo conseguiu inovar no enredo e surpreender com o resultado, recomendo esse livro para todos que não gostam de romance, pois depois dele haverá grandes chances de mudarem de opinião.


5 comentários

  1. Nossa, sempre achei que este livro seria um clichê adolescente e meio que torcia o nariz pra ele. Me convenceu a dar uma chance a ele, rs.
    Muito boa a resenha!

    ResponderExcluir
  2. Wow, agora você me deixou bem curiosa. Quero saber o que aconteceu, como os dois saíram dessa enrascada.
    Adoro livros narrados em terceira pessoa e é tudo de bom quando ele nos surpreende.
    Vou colocar na minha lista de desejados. ;)
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  3. Oi bom dia ,gostei muito do seu blog, gostaria de te pedir tambem para estar seguindo meu blog:http://redetelenova.blogspot.com.br/
    Seguir:blogger.com/follow.g?view=FOLLOW&blogID=728384867269650044 …
    já estou te seguindo abraço.

    ResponderExcluir
  4. Nao conhecia esse titulo, me deu uma louca curiosidade agora. Gostei !!!

    ResponderExcluir
  5. É um livro fantástico, simplesmente um dos meus favoritos. Sempre via as pessoas falando mal dele, mas acredito que com essa maravilhosa resenha, haverão muitos leitores que saberão dar valor a um livro tão incrível como esse.

    ResponderExcluir