11 novembro 2016

Critica - Inferno

Sinopse:
Florença, Itália. Robert Langdon (Tom Hanks) desperta em um hospital, com um ferimento na cabeça provocado por um tiro de raspão. Bastante grogue, ele é tratado por Sienna Brooks (Felicity Jones), uma médica que o conheceu quando ainda era criança. Langdon não se lembra de absolutamente nada que lhe aconteceu nas últimas 48 horas, nem mesmo o porquê de estar em Florença. Subitamente, ele é atacado por uma mulher misteriosa e, com a ajuda de Sienna, escapa do local. Ela o leva até sua casa, onde trata de seu ferimento. Lá Langdon percebe que em seu paletó está um frasco lacrado, que apenas pode ser aberto com sua impressão digital. Nele, há um estranho artefato que dá início a uma busca incessante através do universo de Dante Alighieri, autor de "A Divina Comédia", de forma a que possa entender não apenas o que lhe aconteceu, mas também o porquê de ser perseguido.

O que eu achei?
Esse se tornou sem duvidas um dos meus livros favoritos do Dan Brown, e lembro até hoje o dia em que ganhei ele de aniversario do meu melhor amigo, isso em julho de 2012... Fiquei totalmente extasiado quando estava no cinema e vi o trailer, e soube que iriam fazer um filme sobre esse livro que tanto gosto.

Acabo sendo bastante critico quando vou assistir filmes que já li o livro, acho que todos nós acabamos sendo assim, e isso se torna ainda mais forte quando é um livro que gostamos e temos uma conexão com o mesmo. Então fui com altíssimas expectativas assistir o filme, e sem sombra de dúvidas posso dizer que não me decepcionei em nenhum momento. Era literalmente como se as palavras do livro e as cenas que havia imaginado quando li, estivessem saindo da minha cabeça e se tornando em imagens na tela do cinema.

O filme começa com um Robert Langdon em um hospital em Florença - Itália,  recém acordando de um ''coma'', após um suposto acidente que sofre e teve como resultado um corte em sua cabeça. Sem saber aonde esta, com uma perda de memória e visões, Robert se vê fraco, e totalmente a merce do fizerem com ele, afinal após você ter sofrido um atentado contra sua vida, pois o corte em sua cabeça indica que possivelmente foi um tiro mal sucedido, você tem que confiar na primeira pessoa que ve dentro de um hospital, pois temos esse lugar como algo seguro.

O mistério começa quando Robert começa a ter visões, chamas, sangues, e uma voz feminina em sua cabeça que repete e repete a mesma coisa '' Cerca Trova'', em italiano, que significa ''Busque e Acharás''. Langdon se vê vulnerável quando uma oficial dos Carabinieri ,a ''policia'' italiana, entrando no hospital, armada e tentando tirar sua vida, atirando contra ele. Por um instante, o filme teria acabado ali, se a jovem médica, Doutora Siena, não houvesse agido por instinto e o tirado dali o mais rápido que pudesse.

Desde já, aviso, que como em todos os livros do Dan Brown, o diferencial sempre esta na atenção aos detalhes. Até mesmo no cenário, o menor detalhe faz toda a diferença em qualquer livro dele.
Nesse filme temos a chance de ter um tour privativo dentro de alguns dos melhores museus italianos, com uma fotografia impecável, de nos fazer inveja com cenários Turcos e Italianos, esse novo filme nos retrata uma obra baseada na obra de Dante Alighieri, uma figura italiana iconica da historia.

Dante nos traz uma re-leitura de tudo o que temos na concepção da palavra inferno, nos apresentando uma imagem de ''inferno'', como sendo divida em 9 diferentes niveis abaixo da tera, cada qual com seu tormento eterno, de acordo com os crimes cometidos em terra. E baseados no mapa do ''Inferno'' de Dante, Robert começa a ter suas primeiras pistas em como foi parar na Italia, como acabou com um dispositivo colocado dentro de um cilindro ultra moderno com abertura por biometria, e começa a entender o porque seus inimigos desejam sua morte.

Preparem-se para se aventurar uma vez mais pelas paginas de um livro, retratado em uma adaptação cinematográfica de ótima qualidade, e que nos traz uma história com qualidade, e apresentando cenários de se cair o queixo de tão lindos e perfeitos, se falar nas obras de artes e na GIGANTESCA aula de história que os expectadores irão ter...

Trailer:



Nenhum comentário

Postar um comentário