02 agosto 2016

[Resenha] Eu sem você


Sinopse:
Há um ano, conheci o amor da minha vida. Para duas pessoas que não acreditavam em amor à primeira vista, até que Lilah e eu chegamos bem perto de dizer que isso aconteceu conosco. 
Eu tinha um bom emprego em uma agência de publicidade e não fazia outra coisa além de trabalhar. Era incapaz de tomar decisões sobre meu futuro e minha casa inacabada e não sabia aproveitar a vida. Até conhecer Lilah. 
Lilah MacDonald era uma advogada ambientalista linda e decidida – e, para minha surpresa, detestava usar sapatos. Era uma pessoa tão maravilhosa que é até difícil descrevê-la. 
Nosso relacionamento não poderia ser mais improvável, mas me transformou profundamente. Comecei a enxergar as coisas de outra forma e a redescobrir antigas paixões. Lilah me ensinou a viver outra vez e a aproveitar ao máximo tudo o que a vida tem a oferecer. 
Ela me proporcionou momentos incríveis, mas também manteve em segredo algo que partiu meu coração. Ainda assim, se há uma coisa que aprendi com Lilah é que o amor pode curar qualquer ferida. 

Meu nome é Callum Roberts e esta é a nossa história.


O que eu achei?
Lilah é uma advogada ambientalista com uma carreira brilhante, linda, cabelos ruivos esvoaçantes, vegana e tem uma mania de andar descalça. Callum é um profissional de marketing, bem apessoado, carnívoro e apaixonado por seu trabalho. Mas o que duas pessoas tão opostas tem em comum? Um amor maior do que a própria vida.
Lilah e Call se conheceram por um acaso da vida, em meio a uma discussão a toa na volta para casa, como meio de transporte: uma balsa. A atração que um sente pelo outra e
é imediata, durante a discussão podemos perceber a excitação e desejo de ambos. Ao saírem da barca Lilah permite que Call a leve para jantar, quando chegam no restaurante Lilah informa que comerão pizza veggana, algo muito estranho para alguém tão carnívoro como Call. Mas em meio a tantas coisas diferentes, os dois acabam transando na primeira noite, pelo simples prazer da luxuria.

Após a primeira noite juntos, Callum percebe que Lilah se encaixa perfeitamente no seu tipo de mulher, mas ele não sabia o nome real dela, nem muito menos seu telefone. Call fica encantado com a forma de Lilah se comunicar, movimentar e até mesmo falar, para quem nunca acreditou que poderia amar alguém verdadeiramente, sente- se encurralado por tudo o que sente ao pensar em Lilah.
Enquanto isso, Lilah continua a sua vida de workaholic, sempre se dedicando ao trabalho com um esforço tremendo. Mesmo sentindo- se atraída por Call, tempos atrás decidiu não permitir que nenhum homem entrasse em sua vida, a não ser se o caso de noites regadas a prazeres sexuais. Intercalando as narrativas entre Callum e Lilah vamos conhecer a história de amor deles.

Quando Call não sabia mais o que fazer e nem muito menos como consegue entrar em contato com Lilah, ele a encontra saindo de um táxi e não pensa duas vezes e decide convidá- la para um novo jantar e ela aceita. Então imediatamente começa um relacionamento intenso e cheio de paixão de ambos os lados, Callum é um homem respeitador e sensível, mas não acredita em monogamia e Lilah tem o pensamento de que não quer se prender a ninguém. Logo, o relacionamento deles é pautado em um dia após o outro, havendo respeito, afeto e amor imediatos, mas nenhum deles decide dizer que ama um ao outro.

Mas o relacionamento incrível deles começa a ser tumultuado após Callum perceber que há algo de diferente, afinal Lilah é uma mulher impetuosa e determinada, muitas vezes Lilah explode sem maiores explicações, apenas explode como se aquela mulher não fosse aquela por quem ele aprendeu a amar. Infelizmente Lilah termina com Callum de uma hora para outra, mesmo com tudo tão perfeito no mundo dos dois, onde há amor e momentos mágicos entre eles, ainda assim, ela prefere terminar. Eu vivenciei todo o sofrimento de Callum e super entendi o lado de Lilah também por saber que ela está doente( lembra o livro é intercalado nas narrativas?), mas ainda assim fique mal, fiquei arrasada sim por Cal ser dispensado. 

Enfim, Eu Sem Você é um livro tenso onde os sentimentos são expostos, vai fazer você repensar algumas de suas atitudes e desejar ter um amor tão lindo como o de Lilah e Callum, mas certamente você vai amar, chorar e se apaixonar. Com um final incrível e momentos em que você realmente fica pensando se faria o mesmo que os personagens. Espero que vocês leiam e se apaixonem como eu.
Espero que tenham gostado da resenha.
Deixe- nos um comentário.



Nenhum comentário

Postar um comentário