01 abril 2016

[Resenha] Os Bridgertons 01-O Duque e Eu-Julia Quinn

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

O que eu achei?
Simon Basset, nasceu como Herdeiro muito desejado do Ducado de Hastings, mas um pequeno problemas faz com que seu pai o rejeite e Simon  cresce sentindo ódio de seu pai.
Apos a morte do antigo Duque, Simon retorna a londres para assumir seu lugar e as obrigações que o Ducado lhe confere.
 Em um baile da temporada, conhece Daphne Bridgerton, imã de seu amigo Anthony. Surge ai uma atração entre eles, mas como nunca desejou se casar e muito menos ter filhos, mantem se afastado de Daphne, mas um dia são pegos em uma atitude que para a época era muito comprometedora, Simon se vê obrigado a casar com Daphne, para proteger sua honra. Mas ainda terão muitos obstáculos a superar, para poderem ser felizes.
Durante a leitura vamos conhecendo  mais aos Bridgertons e principalmente Daphne e Simon e ficamos torcendo para que tudo de certo para estes dois.
Com uma escrita divertida Julia Quinn nos apresenta os Bridgertons (amorosos, barulhentos, protetores e sem papas na língua, quando estão em família). Neste primeiro livro conhecemos também a Violet mãe dos 8 Bridgertons, amorosa e decidida, conseguiu criar seus filhos depois de ter ficado viúva muito jovem.
Os bailes da temporada , onde as mocinhas "casadouras" procuram possíveis maridos, ficam mais divertidos com  a presença da temível Lady Dambury(com sua língua ferina, colocas todos a correr hehehe), que eu sinceramente adoro o jeito direto de Lady Dambury.
 Ainda temos a Lady confidência que escreve uma revista de fofoca da sociedade, a qual sabe de tudo e expões a todos sem restrição, então todos tem de ficar atentos para não serem o próximo assunto da revista Ecos da Sociedade. 
Julia Quinn me fez dar boas risadas, com os Bridgerotns...
Sinceramente já estou ansiosa pra conhecer a história de Anthony, em o Visconde Que Me Amava.

A edição da Editora Arqueiro, tem folhas amarelas que facilita muito a leitura, sem erros de revisão e uma capa muito bonita que condis com a história. 
   Por hoje é só ...
Bjin e até mais...

Nenhum comentário

Postar um comentário