04 janeiro 2017

[Resenha]: A Escolha Perfeita do Coração


Sinopse:
Continuação do sucesso As batidas perdidas do coração Viviane e Rafael enfrentaram uma montanha-russa de emoções em As batidas perdidas do coração, antes de finalmente se entenderem e conseguirem o que tanto queriam: ficar juntos para sempre. Agora, dois anos depois, esse recomeço está longe de ser tranquilo. Os fantasmas de Rafael o assombram, e Viviane, mais uma vez, precisa lutar para mostrar que ele mesmo é seu único inimigo. O que fazer quando a pessoa que você ama é uma força autodestrutiva? Como redimir alguém que não acredita ser digno de redenção? É possível amar a pessoa que mais te magoou? Até onde vale a pena lutar por um amor? Esta é a chance de Rafael e Viviane aprenderem que a mesma pessoa que pode partir seu coração em mil pedaços é capaz de juntar os estilhaços e fazer você se sentir inteiro outra vez.


O que eu achei:
Seguindo a Ordem Temporal, A Escolha Perfeita do Coração é o segundo livro da série Batidas Perdidas da minha amada autora Bianca Briones (na ordem de lançamento é o terceiro) e nele continuamos acompanhando a jornada cheio de obstáculos de Viviane e Rafael rumo ao final feliz.
O livro começa do mesmo ponto em que As batidas perdidas do coração terminou: com o reencontro de Vivi e Rafa após 2 anos longe, porém não é tão simples esquecer tudo o que passaram e simplesmente se darem mais uma chance a dor foi muito forte e algumas feridas não foram completamente cicatrizadas durante o tempo afastados, então como seguir em frente?!Devagar, é a resposta, Viviane entende que não adianta tentarem retomar o relacionamento de onde parou, é preciso recomeçar e desta vez bem devagar com calma, para que ela possa retomar a segurança no futuro dos dois, mesmo ainda lembrando das escolhas dele no passado.
Os constantes ataques de pânico que Rafael tem são um desafio para Viviane, e Rafael não consegue controlar o ciúme toda vez que Viviane está perto de Bernardo e tem grandes desconfianças que algo rolou entre os dois no tempo que moraram juntos em Londres, então por que deveria insistir em ficar com ela, apesar de não ser mais um viciado, ele não esta livre de problemas, então porque não permiti-la ser livre e encontrar um novo amor? Um cara digno dela, um cara sem feridas e cicatrizes, alguém que não a tenha decepcionado no passado e agora não saiba como mudar isso.
Sou apaixonada por livros que classifico como aquecedor de coração, sabe, daquele tipo bom, que não conseguimos largar, sentimos todas as emoções junto com as personagens, e que literalmente aquecem nossos corações e nos faz desejar viver uma história pelo menos parecida, este é o caso desse livro e da série Batidas Perdidas, por mais que tenha me identificado em um livro específico que vou falar mais para frente, todos os livros já lançados da série me ensinaram alguma coisa, e posso dizer com certeza que peguei algo deles para minha vida.
Mais uma vez Bianca Briones nos leva na montanha russa de emoções que é o relacionamento desses dois, mantendo a forma intensa do primeiro livro, de forma menos dramática, mas que ainda mexe muito com o leitor, mais do que dar um final feliz para o casal, ela os torna mais real nos mostrando como o amor sobrevive apesar dos danos do passado e que a escolha do coração pode sim ser perfeita.


Nenhum comentário

Postar um comentário