12 janeiro 2017

[Crítica] La la Land - Cantando Estações

Resultado de imagem para filme la la land


Sinopse:
Ao chegar em Los Angeles o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.
O que eu achei:
Confesso que não estava criando muita expectativa em relação a este filme, até o Globo de Ouro acontecer e o filme ganhar em absolutamente todas as categorias que concorria(7 no total), aí fiquei surtadinha, louca para assistir ao filme, e com essa empolgação toda acabei me decepcionando, sabe aquele lance de quanto maior a altura maior é o tombo?! Pois, infelizmente foi o que aconteceu.
O filme conta as histórias de Mia e Sebastian, que levam vidas medianas, mas tem grandes sonhos para si, porém não fazem ideia de como, quando, ou se vão alcança-los, até que seus caminhos se cruzam(mais de uma vez), e juntos, tijolo por tijolo, um ajudando ao outro eles vão construindo e concretizando seus sonhos. Porém o que os uniu pode ser justamente o que será capaz de separa-los e amor, arte e música pode não ser o bastante.
Mia é barista em um café dentro de um estúdio de cinema enquanto faz testes e sonha em se tornar uma das estrelas para qual serve café hoje. E Sebastian é um músico frustrado, apaixonado por jazz, mas que para pagar as contas aceita tocar músicas de fim de ano, porém mantem seu sonho de abrir o próprio clube de jazz, onde se respeita e ame o estilo puro e original.
La la land, é um filme que começa de forma estranha, principalmente para quem não tem o hábito de assistir musicais, o desenvolver do filme é cativante demais, ficamos completamente fascinado pelo enredo e pela atmosfera de felicidade que o filme transmite, mas o final é um verdadeiro tapa na cara de toda essa fascinação, é revoltante como o filme acaba de forma tão estúpida depois de um desenvolvimento tão bom, sério, é frustrante.
Talvez o problema tenha sido minhas altas expectativas, então quando for assistir não espere muito de La La Land senão ele será para você também o filme que promete ser o melhor do ano, um filme feliz e animado, mas acaba entregando decepção, muita decepção.
Trailer:

Nenhum comentário

Postar um comentário