11 outubro 2015

[Resenha] A Besta


Sinopse: 
Duas crianças são encontradas mortas em um porão. Quatro anos depois, o assassino escapa da prisão e a polícia sabe que, se ele não for rapidamente localizado, matará novamente. Quando seus piores temores tornam-se realidade e outra criança é brutalmente assassinada nos arredores de uma pequena cidade, a situação sai totalmente de controle. Na atmosfera histérica provocada pela mídia, Fredrik Steffansson, pai da criança assassinada, decide vingar-se e sai à caça. Suas ações terão consequências devastadoras. Enquanto a raiva e a indignação espalham-se por todo o país, os dois detetives responsáveis pelo caso encontram-se dentro de um violento quebra-cabeça. O mal, como se sabe, pode espalhar-se com grande rapidez.
Uma história perturbadora e profundamente chocante - criada pela dupla Roslund e Hellström, que já é um fenômeno mundial - sobre o que pode ocorrer quando tomamos a justiça em nossas mãos.
A besta é muito mais que um thriller. É um jogo sobre a crueldade e a necessidade de justiça, em que os personagens recebem seus papéis como representativas vozes da sociedade. É uma visão da vida moderna, seus monstros e suas vítimas, seus heróis e cúmplices. Uma reflexão que nos leva a uma pergunta quase paranoica sobre nossa realidade: estamos mesmo seguros?

O que eu achei?
 Achei uma obra muito bem construída, prendeu minha atenção do começo ao fim, pois me colocava no lugar daquele pai, cenas fortes e revoltantes, mas que sabemos que na realidade estão ai em todos os lugares. 
Vi várias pessoas falando que não acharam o livro bom ou que era confuso.Minha opinião é que o livro é maravilhoso,claro que no final eu queria algo diferente,mas nem sempre a gente pode ter tudo que quer.Este foi o primeiro livro que li que aborda este assunto
(pedofilia,assassinato,assassino em série).Super recomendo a quem quiser ler.É muito bom o livro.

-> Esta foi minha simples opinião do livro.
Caso, tenha gostado, deixe um comentário e siga o blog.
Beijos.

Nenhum comentário

Postar um comentário