13 outubro 2016

[Resenha] Tentação sem Limites


Sinopse:
A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la? O terrível segredo de Rush Finlay. Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. 
O que eu achei?
Depois daquele final de Paixão sem Limites corri e me joguei na leitura de Tentação sem Limites e posso dizer que o livro segue a mesma vibe clichê do final do último, só que é um clichê gostoso, aquecedor de coração e te faz devorar a história muito rápido, sedento para saber o que vai acontecer nas próximas páginas.
Este livro, diferente do primeiro é contado não só pelo ponto de vista de Blaire, mas também pelo de Rush, o que o torna muito mais equilibrado e dinâmico, pois o tempo todo sabemos o que estão fazendo e pensando, tendo assim uma visão muito melhor da história.
Blaire está de volta ao Alabama, porém seu coração ficou em Rosemary Beach, e apesar de sua mãe e irmã gêmea estarem enterradas ali no Sul, ela sente que não é mais a sua casa e precisa encontrar seu lugar no mundo, e quando sua amiga Beth vai visita-la e tentar leva-la de volta a Rosemary, ela até exita um pouco, mas como o emprego que ela tem lá paga muito bem e poderia dividir o apartamento com Beth, ela decide voltar, nem que seja por pouco tempo, enquanto decide para onde vai e o que fazer da sua vida.
Ao saber da sua volta Rush, que até então estava completamente desolado, vê ali sua chance de provar que pode ser sim o homem que Blaire merece, para isso vai intimar Nan a trata-la bem e tentar mostrar que Blaire pode vir na frente de sua família problemática.
Mas óbvio que não seria tão simples assim, por mais que se amem Blaire não consegue esconder o segredo que Rush escondeu dela, e que a envolvia diretamente, sem contar que para ficarem juntos ela teria que lidar com a diferença drástica entre os seus mundos e o ódio que a família dele tem por ela, e ela não quer ter de enfrentar isso, ainda mais agora...
Um livro sobre família, aceitação e amor, onde a família pode ser o maior problema, a aceitação não será fácil, e o amor pode não bastar para enfrentar tudo.

Nenhum comentário

Postar um comentário