30 maio 2016

[Resenha] Sonhei que amava você



Sinopse:
Ele está vivo nos meus sonhos. E que sonhos! Mas é pouco. Eu quero esse garoto na minha vida.
Kira, uma garota divertida, generosa e de marcantes cabelos longos, está vivendo 
um momento único aos 22 anos: ela abriu seu próprio negócio junto com a melhor amiga. É então que, inesperadamente, ela começa a ter suas noites transformadas em poesia e êxtase quando um rapaz desconhecido surge em sua vida. Mas com um detalhe importante: os dois passam a ter um encontro marcado... em seus sonhos.
A cada dia, esses momentos secretos ficam mais intensos, apaixonantes e repletos de mistérios. Ela tenta não se entregar, mas a paixão só aumenta, e quando um acidente de carro a leva de encontro ao rapaz de seus sonhos, o mundo a fará entender como nem tudo tem explicação, mas sempre tem um motivo. 
Mas conhecê-lo no mundo real não será uma tarefa das mais fáceis. Para ter sua tranquilidade de volta e desvendar o que existe por trás deste misterioso encontro, Kira terá que percorrer caminhos difíceis, repletos de obstáculos e barreiras. Ela só tem uma coisa em que acreditar: a vida, quase sempre, reserva o melhor para o final. 
Uma história cativante e marcante, repleta de desafios, enigmas e perguntas a serem respondidas. Um convite para dar asas à imaginação e aquecer o coração, nos fazendo refletir: pode um grande amor existir somente enquanto sonhamos?


O que eu achei?
Sabe esses livros em que o título diz tudo?! É exatamente assim com Sonhei que amava você, a narrativa do livro é tão gostosa, a história aquece tanto o coração, que ao passar das páginas a sensação é de estar em um sonho gostoso e não querer que acabe nunca.
O livro conta a história da Kira, uma jovem carioca de 22 anos, super de bem com a vida, com uma família incrível (Destaque especial para os gêmeos, Cadu e Cafa), uma melhor amiga que todos querem ter (sério a Lele é demais!) e mesmo sendo tão nova já tem seu próprio negócio. Mas mesmo com tudo isso ela sente falta de algo em sua vida: um grande amor.

A história começa quando Kira vê uma camisa cinza no shopping e cisma que já viu alguém a usando, mas não seus irmãos. É nesta noite que Kira se lembra pela primeira vez de sonhar com um cara misterioso (e gato, e claro: dono da camisa) e que a envolve de uma forma inexplicável.
Com os sonhos cada vez mais frequentes e mais nítidos, Kira se vê completamente apaixonada pelo tal carinha dos sonhos. Bom, o cara não é tão dos sonhos assim, quando ela e seu irmão vão ajudar a socorrer pessoas num acidente de ônibus, ela vê pessoalmente o rosto de seus sonhos.
Depois desse rápido primeiro encontro, o destino trabalha para que eles voltem a se encontrar, e Kira que já era apaixonada pelo Felipe dos sonhos, se apaixona facilmente pelo real e ele não se lembra nadinha de nenhum sonho que possa ter tido com ela, não que isso o impeça de se apaixonar também. Porém o amor de sonho terá que enfrentar os problemas da vida real, e isso inclui uma ex namorada que Felipe insiste em manter por perto, e renderá muitos problemas ao casal.

O livro é essencialmente romântico(coisa que as vezes falta no mercado, já que o que está bombando mesmo são os livros hot), foi o primeiro da Tammy Luciano que li, e é impossível não querer ler tudo que essa mulher escreve, sério, todos os livros dela são maravilhosos(em breve resenha de mais livros) e ela é uma diva, fofa máster(olha todo esse carinho em forma de autógrafo <3), pros fãs de romance não tem como não se apaixonar e suspirar com Sonhei que amava você. 





Nenhum comentário

Postar um comentário