04 maio 2016

[Crítica] Dono do Jogo

Fui com grandes expectativas de encontrar um bom filme e encontrei um dos melhores filmes do ano.

Sinopse:
Cinebiografia conta a história do mito do xadrez americano, Bobby Fischer (Tobey Maguire). Ele já era popular aos 15 anos e ganhou o apelido Grande Mestre. Sua carreira ficou marcada pela “Batalha da Guerra Fria”, em 1972, em que venceu o campeão russo Boris Spassky (Liev Schreiber).


O que eu achei?
O filme é sem dúvida o melhor filme que já assisti do ator Tobey Maguire, então vou tentar ser sucinta e me explicar.
O filme conta a história de um rapaz apaixonado por xadrez e que tomou a decisão de ser o melhor jogador de todos os tempos, mas para isso Bobby( personagem principal) terá que lutar contra ele mesmo e suas esquisitices.
O filme é bem conduzido em idas e vindas ao passado de Bobby, mostrando um garoto perturbado e assustado, pois sua mãe é uma comunista vigiada por espiões desde que era muito novo. Sua forma de sair deste desespero de achar que está sendo seguido o tempo todo, Bobby encontra no xadrez um meio de fugir de tudo e principalmente de sua mãe. Aos 9 anos Bobby já era considerado um dos melhores jogadores, gostava de se aventurar nas pracinhas e disputar com senhores que sempre jogaram xadrez como hobby. Logo, percebe que seu nível já está avançado e começa a aprender de fato as técnicas e movimentações possíveis num jogo de xadrez.

Sua vida começa a mudar quando sua mãe o abandona e decide fugir para morar com outro homem e deixa Bobby com sua irmã mais velha. Depois deste fato, se isola mais e mais no xadrez e decide que quer vencer todos jogadores russos e assim se tornar o melhor jogador de todos os tempos. Sua busca para alcançar o topo fere todos seus limite, pois logo é percebido que ele desenvolveu algum tipo de doença psiquiátrica e não aceita ajuda de forma nenhuma.

No meio de tudo isso, Bobby decide em meio a Guerra Fria desafiar Boris Spassky a ganhar o título de Campeão Mundial de Xadrez.
Durante tal desafio percebemos o desespero, a esperança, a descrença e os sonhos de um mesmo personagem através do olhar de Tobey, são tantas sutilezas, tão pequenos momentos e mínimos detalhes indicando seu "caco Psiquiátrico". Eu tive pena, também me solidarizei em determinados momentos em que é possível notar a dor e o desespero que Tobey entrega a Bobby, os acessos de raiva, super sensibilidade a todo e qualquer tipo de som e a sua paranoia.

O Dono do Jogo é um filme simples, bem articulado com uma fotografia impecável e uma atuação impecável de MEU eterno Homem- Aranha favorito. A história me fez refletir até que ponto devemo ir para alcançar nossos objetivos? Quando devemos parar?
Enfim, é um filme bonito e com uma história de vida encantadora, onde você realmente se sensibilizará com a história de um menino que queria apenas ser O Melhor jogador de todos os tempos.

Trailer:

-> Uma nota 8,5 pela produção em si, pois o filme é incrível, super vale a pena sua ida ao cinema.

Um comentário

  1. Oie,
    Não sou muito fã de filmes, mais esse parece ser um muito bom.
    Queria muito saber jogar, mais não consigo entender as regras nem do dominó direito, que dirá xadrez.

    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir