Novidades

[News] Capital Inicial lança o clipe da introspectiva "Universo Paralelo", do novo álbum "Sonora"

Depois de estrear o potente álbum “Sonora” nas lojas e plataformas digitais, Capital Inicial libera mais um clipe do disco. “Universo Paralelo” chega nesta quinta-feira, 20, ao canal oficial da banda no YouTube. Responsável por indicar todo o conceito do novo álbum, a canção tem participação de Lucas Silveira, do Fresno, que, além de produzir o novo trabalho da banda brasiliense, também divide a composição da faixa com o vocalista Dinho Ouro Preto.
Dirigido por Douglas Mendes, o vídeo de “Universo Paralelo” segue o conceito da canção, que explora o surreal, ao intercalar imagens desfocadas e difusas de momentos atuais da banda, entre shows e estúdio, em que Dinho interpreta a faixa ao lado de Lucas Silveira.
Dinho falou sobre a escolha de Douglas para a direção do novo clipe: “ele parecia a pessoa certa, porque a música tem essa questão meio abstrata, tem uma pegada grunge, introspectiva. Eu tinha visto o trabalho do Doug através do Lucas (Silveira). E eram umas coisas absolutamente lisérgicas, parecia algo surreal. Havia um quê de etéreo. Pedi para que ele reproduzisse isso no vídeo da canção. Ele parecia o nome perfeito. O convidei e ele topou na hora. Acho que esse é o clima que o vídeo passa”, explica.
Confira o clipe de “Universo Paralelo”: https://www.youtube.com/watch?v=ZOKmQhxkTrA
A canção faz parte do novo projeto “Sonora”, que ao ser pensado pela banda, teve o desafio de manter o DNA do Capital e, ao mesmo tempo, trazer novidades. O disco é o 14º projeto autoral e 20º da carreira da banda, que chegou em 7 de dezembro às lojas e no dia 14 às plataformas digitais. O resultado é um disco potente, que reúne 11 faixas inéditas, a maioria composta por Dinho com seus antigos parceiros, como Thiago Castanho (ex-guitarrista do Charlie Brown Jr), Alvin L. e Kiko Zambianchi.
Desde maio, o Capital Inicial está divulgando, em formato de singles, as 11 músicas que compõem o “Sonora”. Além disso, pela primeira vez na história da banda, todas as faixas vão ganhar clipes, dirigidos por jovens profissionais. Trata-se de um trabalho feito de forma colaborativa e orgânica, em que a banda consegue se equilibrar entre manter-se fiel à sua personalidade e, ao mesmo tempo, apresentar novas sonoridades.

Por Leonardo Alves

Nenhum comentário