Books Brasil Books

Novidades

[News] Festival de Cinema de Alter do Chão 2022 - inscrições abertas a partir do dia 22

 Festival de  Cinema de Alter do Chão 2022 -  inscrições abertas a partir do dia 22




(4ª Edição terá  formatos presencial e  on-line, via plataforma streaming)

As inscrições para a seleção dos participantes das Mostras Competitiva, Paralela e de Convidados da 4ª Edição do  Festival de  Cinema de Alter do Chão estarão abertas de 22 de julho até 06 de agosto às 23h59m e, como em  todos os anos, serão efetuadas pelo  link do Fest Alter na plataforma Filmfreeway ( https://filmfreeway.com/FestivaldeCinemadeAlterdoChao) . É aconselhável baixar o regulamento para verificação das categorias de partici pação: nacional, internacional, se o  filme se encaixa  em longa-metragem, curta-metragem, documentário, animação e/ou realizado com smartphone/celular. A divulgação dos selecionados será publicada no site oficial do festival no dia 10 de outubro de 2022 (www.festivaldealterdochao.com.br).




 Este ano, o  FestAlter será realizado de 16 a 20 de novembro e de duas formas:  presencialmente, na Comunidade de Alter do Chão, e on-line  através da sua plataforma streaming exclusiva Fest Alter Play no link https://festivaldealterdochao.com.br/festalterplay/, com acesso mundial. Basta entrar,  cadastrar-se gratuitamente, para acessar conteúdos atuais e das edições anteriores ( 2020/2021) de filmes, palestras, debates, música, entre outros que o festival disponibiliza 24h, em todos os dias da semana,   durante o ano inteiro.


Com patrocínio da Vale S/A e apoio da Prefeitura Municipal de Santarém que, juntas,  irão proporcionar ao público cultura e arte em forma de cinema,  palestras, áudiovisual, shows, debates em eventos com acessos totalmente gratuitos,  o festival  terá  a participação de estudantes das escolas municipais, estaduais, de universitários, profissionais e moradores da região, além dos turistas do Brasil e exterior  que estiverem às margens do rio Tapajós.


O FestAlter tem o objetivo de proporcionar cultura, educação, ciência, desenvolvimento  socioeconômico regional e ambiental, a divulgação e preservação da Amazônia, das etnias indígenas, quilombolas e ribeirinhas através da economia criativa.
Mais informações estarão no site oficial do Festival.

Nenhum comentário