05 fevereiro 2018

[Resenha] A Fogueira

Sinopse: A fogueira é o livro de estreia da atriz Krysten Ritter, protagonista do premiado seriado da Netflix Jessica Jones e conhecida também por seus papéis em Os defensores e Breaking Bad, entre outros filmes e séries. Na trama, Abby Williams é uma advogada de 28 anos especializada em questões ambientais. Hoje uma mulher independente vivendo em Chicago, Abby teve uma adolescência problemática numa cidadezinha no estado de Indiana que até hoje ela luta para esquecer. Mas um caso de contaminação envolvendo uma grande empresa obriga Abby a voltar à pequena Barrens e confrontar seu próprio passado. Quanto mais sua equipe avança nas investigações sobre a Optimal Plastics, mais Abby se aproxima também da verdade sobre o misterioso desaparecimento de sua antiga melhor amiga anos atrás e de outros acontecimentos até então sem resposta.


O que eu achei?
Um dos melhores Thrillers que já li!
Eu amo esse gênero, e fui muito feliz com "A Fogueira".

De uma escrita Clara e direta, Krysten consegue descrever a ansiedade e os traumas de Abby, que foi embora de sua cidade há 10 anos, e agora formada e bem sucedida, se vê retornando para investigar a maior empresa, e geradora de recursos para Barrens.

Essa premissa de sair da cidade e voltar, para resolver algum trauma, é a premissa da maior parte dos Thrillers, e eu já li em uns 10 com essa fórmula, mas quando ela é bem construída, e inovadora, dá gosto de continuar a leitura.

Abby, sofreu muito em sua juventude, perdeu sua mãe com câncer ósseo, se viu criada por um pai agressivo e intolerante, via em sua "melhor amiga" Kaycee, sua válvula de escape, pois ambas eram muito solitárias. Mas, Kaycee não era bem a melhor das pessoas, e logo Abigail percebe isso.

No ensino médio, já sozinha, Abby se depara com as pops da escola, adoecendo misteriosamente, aquelas que sempre fizeram Bullying com ela, que a humilhavam... Mas tudo não passou de uma enganação, para tirar dinheiro da Optimal. Será? 
Abby nunca deixou de achar que aquilo era realmente de verdade, que nem tudo era enganação, mas até que ponto?

Essas questões são as que você terá de descobrir, durante a leitura,
O reencontro com alguns fantásmas do passado, levantará muitas questões para Abby, e a fará repensar e resgatar memórias esquecidas. Extremamente envolvente, angustiante em alguns momentos, reveladora e que você não conseguirá parar.
Espero, com fé, que a autora permaneça na área da literatura e nos Thrillers, pois ela foi muito feliz.



Por Juliana Brito



Nenhum comentário

Postar um comentário