24 maio 2017

[Resenha] Primeira Página - Conflito Na Baiana

Até que ponto um jornalista pode publicar tudo o que descobre? Qual a distância entre a verdade apurada nas ruas e a verdade que acaba noticiada para a população? Será possível para uma repórter novata superar barreiras morais e políticas para cobrar justiça? Isso é o que o leitor descobrirá nos três dias que Clara Gabo levará para concluir sua reportagem. Além de pressões externas e dentro da própria redação, ela ainda terá que se preocupar com a segurança de sua principal testemunha: uma garotinha que ela só conhece pela voz.                                                                                                                                       

O que eu achei? 
Clara Gabo é uma repórter iniciante que se vê, por um sombrio acaso, envolvida num caso de assassinato em uma comunidade do Rio de Janeiro - o morro da Baiana. Um telefonema de uma menina para a redação do jornal suplicando por ajuda, que, escondida, testemunhou o crime praticado por policias da PM é o estopim para o inicio de uma corrida em busca da história de uma barbárie contra uma mulher - a mãe da menina.

A história se desenrola por três dias - que de tão tensos e cheios de descobertas, mais parece semanas -, onde Clara tenta a todo custo entender o que ocorreu no morro da Baiana, seguindo pistas e ligando pontos. Porque a polícia mataria e torturaria uma moradora inocente de forma tão brutal? Era isso que Clara queria e precisava descobrir.

A história é cheia de jogo de poder: de um lado, os traficantes que controlam o morro da Baiana; do outro, a policia militar. Expor uma organização como a PM, retratando-os como criminosos seria válido? E qual seria a participação dos traficantes nessa história? Seria o dever ético do jornalista expor tudo de forma irrestrita para a população?

Ligações e acordos frágeis e extremamente perigosos que colocam em risco não só a vida da repórter, mas a de toda a população são a base dessa história enérgica, empolgante, repleto de reviravoltas e críticas sociais que pisarão no calo de muita gente, e fará também com que o leitor reflita, com olhos críticos, sobre o cotidiano dentro de uma comunidade controlada por traficantes.

Uma das perguntas que mais me martelaram enquanto lia esse livro foi: quem são os verdadeiros criminosos nessa história? Talvez a ideia de que ninguém seja essencialmente bom ou ruim caiba perfeitamente nessa questão, onde as personagens criadas são humanas ao ponto certo - sem exageros nem heroísmos.

Sem dúvida, "Primeira Página - Conflito na Baiana" é um tiro certeiro para quem gosta de uma leitura instigante, que nos força a sair do senso comum sobre o "bandido x mocinho", com um choque de realidade com uma trama eletrizante raramente encontrado nos livros atuais. Uma estréia excelente para o autor JM Costa. 


9 comentários

  1. Agradeço pela leitura do meu livro "PRIMEIRA PÁGINA - Conflito na Baiana" e pela bela resenha acima! Fico feliz em saber que a obra cumpriu sua missão, que é, além do entretenimento, provocar reflexões sobre nossos próprios conceitos. Afinal, nos dias de hoje bem e mal são separados por uma linha cada vez mais tênue... Um forte abraço para Maisa, Irlan e toda a equipe do Reino Literário :)

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ser muito o meu estilo de leitura, a trama parece interessante e chamou minha atenção. É ótimo quando um livro cumpre sua missão, né?

    Beijocas,
    Thati Machado.
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo sim, Thati. Obrigado pelo interesse. Tenho certeza de que você vai curtir o universo de Clara Gabo. Bjs

      Excluir
  3. Opa! Uma trama policial? Muito bom saber que temos autores brasileiros que abordam temas da nossa triste realidade. E que nos fazem refletir sobre a "bondade humana". Gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monique. Te convido a saber um pouco mais sobre a obra em meu site www.jmcostaescritor.com.br. Um abraço!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Vamos lá, Fernanda! Agora é criar coragem pra mergulhar nessa viagem comigo! :)

      Excluir
  5. Ou Irlan,
    Adorei o enredo de investigação ambientado aqui no Brasil, principalmente pela luta de poderes e o questionamento de até que ponto alguém é bom ou ruim.
    amei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina! Se quiser saber mais sobre a obra, basta dar um pulo em meu blog www.jmcostaescritor.com.br

      Um abraço!

      Excluir